Search

Wednesday, January 18, 2012

Fernandes, Mattos & Companhia / A Vida Portuguesa

Neste armazém de três andares fundado em 1886, venderam-se tecidos e fazendas. Hoje, com a quebra do negócio, reduz-se apenas ao primeiro piso com a venda de malas de caixeiros-viajantes, loiças, brinquedos e máquinas de escrever.
O segundo andar pertence ao projecto "A Vida Portuguesa" e foi o catalisador para a dinâmica deste espaço.  Planeado por Catarina Portas, a jornalista fez de uma das lojas mais antigas do Porto uma espécie de despensa de produtos nacionais de outrora;  as pastas dentífricas Couto, as conservas Tricana, os limpa-metáis Coração ou a cera Encerite.
Achei o conceito fascinante e, felizmente, mais uma vez, a baixa do Porto ganhou vida!

P.S - Fiquei deslumbrada com o efeito das andorinhas de Rafael Bordalo Pinheiro nas escadas. Juro-vos que gostava de ver isto numa casa!











Fotografias por: Present Form

5 comments:

Ana said...

A Vida Portuguesa é uma ideia óptima! Cá em Lisboa perco-me com as coisinhas e os pormenorezinhos todos, sempre que lá vou. Agora a vossa parece-me muuuuuito maior e o espaço bastante diferente.

Realmente as andorinhas têm um efeito mesmo giro! Suponho que aí também haja os autocolantes. (usaste a cera nos teus sapatos??! lindo!)

Present Form said...

Não conhecia o conceito e gostei imenso!
"A Vida Portuguesa" não se estende pelos dois andares, existe apenas no segundo. O primeiro é dedicado a brinquedos como os carros que aparecem nas imagens, a malas e a outros pormenores vintage.
Mas o prédio é enorme, tem ainda um terceiro andar que acho que tb vai servir para mais uma loja.
De que autocolantes é que estás a falar?

Gaidão said...

Tão giro, qd for ao Porto levas-me lá? Aproveitaste para engraxar o sapatinho Cinderela?*

Marta Martins said...

UM SONHO !

Ana said...

São autocolantes com a forma das andorinhas! Acho que há em vários tamanhos, tudo preto. Cá em Lisboa vendem-se em packs acho que de 5 andorinhas.